Cresce parcela de brasileiros que pretendem trocar de carro

 
 
e-mail icon

Pesquisa do Mercado Livre Classificados encomendada ao CONECTA aponta que a parcela de internautas brasileiros interessados em trocar de carro em até um ano subiu 20 pontos percentuais em relação ao ano passado: passa de 40% para 48%. A maioria (56%) deseja trocar o carro atual por um zero quilômetro e 24%, por um usado. Vinte e um por cento ainda não decidiram qual veículo comprar.

Dos proprietários de carros, 18% costumam gastar até R$ 200 por mês com a manutenção do carro; metade dos entrevistados (50%) gasta entre R$ 201 e R$ 500; e 28% gastam mais de R$ 500 todo mês.

Entre os que não possuem carro (20% da amostra), 33% dizem que pretendem comprar um veículo no prazo de um ano e uma boa parcela (26%) se planeja para adquirir um carro somente daqui a três anos.

Desses potenciais novos consumidores de veículos, 31% pretendem comprar um carro novo e 30%, um usado. O valor a ser gasto por eles - independentemente do prazo em que pensam em adquirir um veículo - é, para a maioria (69%) de até R$ 40 mil. Um valor que mostra que o consumidor está um pouco mais seguro para pagar por um automóvel do que no ano passado, quando a mesma pesquisa apontou uma pretensão de gasto de R$ 30 mil. Oito por cento dizem estar dispostos a pagar até R$ 50 mil em um carro e apenas 3%, até R$ 60 mil. Dezessete por cento ainda não sabem o valor que planejam gastar na compra do carro.

Para os entrevistados que não tem carro, preço (87%) e consumo de combustível (74%) são os itens mais importantes na hora da escolha. Os modelos favoritos são hatch e sedã, responsáveis por 76% das citações.

Na hora de pesquisar um carro na internet, o computador ainda é mais utilizado do que outros dispositivos, com 90% das menções. Porém, o uso do celular passa a ter 66% das indicações neste ano, crescimento expressivo em relação a 2015, quando representava apenas 26%. Os entrevistados também mencionam o uso de tablets (19%) e de SmartTVs para as buscas, com 7%.

Os classificados online são a forma favorita de comprar e vender carros para 52% dos internautas. Entre os que já têm carro, 52% compram e vendem por meio de classificados na internet, enquanto 29% preferem utilizar feiras livres e 20% optam por anúncios nos jornais impressos. Entre os que têm intenção de comprar um carro, 40% compram e vendem pela internet; 29% utilizam feira livre e 18% preferem fazer anúncio em jornal impresso.

Opcionais
O acessório mais indispensável de um carro não é o vidro elétrico (24%) ou a direção hidráulica (63%), mas sim o ar condicionado: o item foi apontado por 68% dos entrevistados como o mais importante.

Motos
A maioria dos internautas que procura motos (54%) está em busca de uma alternativa para escapar ao trânsito; 34% querem fugir do transporte público; 30% gostam de moto ou usa por hobby; 27% trabalham com moto e 7% usam como segundo veículo para fugir do rodízio municipal (São Paulo).

Sobre a pesquisa
O levantamento foi realizado entre 14 e 20 de outubro com 500 respondentes de todas as regiões do Brasil.

Receba nossas notícias

Go to top