43% dos viajantes não compram passagens com a antecedência necessária

 
 
e-mail icon

Segundo levantamento do Skyscanner, líder global em busca de viagens, essa semana, que começou no dia 29 outubro, é a mais econômica para quem procura por passagens aéreas pelo Brasil para viagens de ano novo. Historicamente, voos reservados nessa semana são até 14% mais baratos do que o preço médio para voos domésticos no período. 

Pesquisa do Skyscanner em parceria com o CONECTA, aponta que 43% dos entrevistados não compram passagens aéreas no momento ideal. Segundo dados do buscador global, que analisou milhões de passagens aéreas nos últimos 2 anos,  o tempo ideal para garantir bons preços ao voar no fim do ano são de pelo menos oito semanas de antecedência.

Para ajudar com o planejamento da sua viagem de fim de ano, o Skyscanner listou ainda algumas dicas para ajudar o viajante a garantir os melhores preços na hora de comprar suas passagens:

Escalas, por que não?  Para assegurar as tarifas mais baratas, quando possível e se necessário, opte por voos com escalas ou para aeroportos próximos. Escolha companhias aéreas diferentes para os voos de ida e volta.

Alerta de preços  Uma ótima dica para ajudar no planejamento da viagem de fim de ano é criar alerta de preços, que notificam, por e-mail ou celular, diariamente as variações de valores, ajudando o usuário a monitorar os aumentos e principalmente as reduções de tarifas e, assim, saber o melhor momento de comprar suas passagens. 

Tem flexibilidade?  Se o viajante tiver datas flexíveis, é possível fazer uma busca pelo mês mais barato e definir as datas de acordo com média de preços e promoções disponíveis no momento, como também checar os preços em um determinado mês, semana ou dia, na opção mês a mês. Já com as datas, mas ainda sem a definição do destino, ele pode fazer uma busca para qualquer lugar e escolher a opção que melhor cabe no seu orçamento. 

Você também pode encontrar as melhores promoções pelo aplicativo do Skyscanner, disponível gratuitamente na Apple Store e no Google Play. 

Sobre a pesquisa
Pesquisa realizada no painel CONECTAí, com 1.000 participantes, de todas as regiões brasileiras.

Recibir nuestras noticias

Go to top